Ministério da Justiça muda classificação de filme acusado de promover pedofilia


Foto: Divulgação

O Ministério da Justiça mudou a classificação indicativa do filme “Como se tornar o pior aluno da escola”, após as recentes polêmicas envolvendo uma cena do longa. O despacho foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16). No documento, assinado pelo secretário José Vicente Santini, é citado que o filme tem cenas com “tendências de indicação como coação sexual; estupro, ato de pedofilia e situação sexual complexa”, sendo assim, a recomendação etária passa de 14 para 18 anos. O despacho também recomenda que o filme seja exibido após as 23h em televisão aberta. A nova classificação etária, com os devidos descritores de conteúdo, deve ser utilizada em qualquer plataforma ou canal de exibição de conteúdo classificável em até cinco dias corridos. Na tarde de terça-feira (15), o Ministério da Justiça chegou a publicar um despacho censurando a exibição do filme em plataformas de streaming. A determinação foi aplicada a Netflix, Globo (dona das plataformas Telecine e Globoplay), Google (YouTube) , Apple e Amazon. Em nota, o Globoplay e o Telecine informaram que estão atentos às críticas ao filme, mas que a decisão de retirá-lo do ar configura censura. A Apple, Google, Netflix e Amazon ainda não se manifestaram. 

Com informações do Bahia Notícias
Ministério da Justiça muda classificação de filme acusado de promover pedofilia Ministério da Justiça muda classificação de filme acusado de promover pedofilia Reviewed by Giro Ibirataia on quarta-feira, março 16, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário

ANÚNCIOS