Header AD

Ibirataia: "Um ano depois do desaparecimento, amigo suspeito de envolvimento no sumiço de Carol pode está fora do Brasil", Diz Dr. Rodrigo Fernando

 


Após mais de um ano do desaparecimento de Caroline Santana de Assunção em Ibirataia, a família ainda não sabe que rumos tomou a jovem. A ultima atualização da polícia civil sobre o caso foi em 05 de novembro de 2020, quando a polícia civil revelou que após uso da substância de luminol, foi possível identificar vasta mancha de sangue em um dos quartos, que à época era utilizado por Valdir Santos Queiroz, que era amigo de Carol e é o principal suspeito foragido com mandado de prisão em aberto por envolvimento no desaparecimento da mesma. A mancha de sangue humano encontrada na casa do suspeito segundo a polícia, seguiu pela sala da casa até a garagem. Que demonstrava mais um indício de uma conduta delituosa cometida em desfavor da desaparecida.

Ainda de acordo com a polícia, No dia do desaparecimento da jovem, o mesmo realizou uma viajem para o Município de Itagi, saindo de Ibirataia às 18h20min, utilizando uma estrada vicinal das seguintes regiões: Zona Rural do Guloso – Tingui – Córrego de Pedra – Santa Terezinha – Baixa Alegre. Um caminho totalmente anormal, estranho e que só foi possível descobrir, graças ao trabalho técnico de quebra de sigilo de dados. Foi verificado também que o suspeito, Valdir Santos Queiroz, deixou a Bahia, estando em outro Estado da Federação.

Em entrevista exclusiva ao repórter Mateus Oliver nesta quarta-feira (08), exatamente a data que se completa um ano que amigos e familiares fizeram uma manifestação em prol de descobrir o paradeiro da jovem, o Coordenador da 9ª COORPIN, Dr.Rodrigo Fernando, que na época era delegado substituto no município e presidiu o inquérito elucidando parte da situação; disse que, até então não se pode afirmar que o sangue encontrado na casa seja de Carol, devido a ainda não ter reconhecimento técnico sanguíneo (DNA), porém não se descarta um feminicídio com ocultação de cadáver.

Ainda de acordo com o delegado, a época, informações de que a Jovem estaria em Camaçari fizeram com que a polícia acreditasse na versão e aguardasse por dez dias, passado isso, desconfiando da informação a equipe policial foi até o município que fica situado na região metropolitana no intuito de encontrar Carol e lá, descobriu que era uma falsa informação, o que atrapalhou o andamento das investigações.

O Coordenador destacou que prender Valdir é questão de honra para a 9ª coordenadoria de polícia Civil do interior Baiano, mas revelou que devido a uma ligação de parentesco com um líder de organização criminosa da região, o acusado pode está até fora do Brasil; o que não impede a sua prisão, que ainda de acordo com o coordenador vai mover toda a inteligência em investigação para descobrir o paradeiro e cumprir ao mandado que está em aberto contra Valdir. “pegando ele, tudo se esclarece” disse.

Com informações do Irajuba Realidade
Ibirataia: "Um ano depois do desaparecimento, amigo suspeito de envolvimento no sumiço de Carol pode está fora do Brasil", Diz Dr. Rodrigo Fernando Ibirataia: "Um ano depois do desaparecimento, amigo suspeito de envolvimento no sumiço de Carol pode está fora do Brasil", Diz Dr. Rodrigo Fernando Reviewed by Giro Ibirataia on quinta-feira, setembro 09, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

ANÚNCIOS