Ministério muda entendimento e recomenda vacinação de gestantes sem comorbidades


O Ministério da Saúde mudou a recomendação e sugere a vacinação de todas as gestantes e puérperas a partir de 18 anos contra Covid-19, independentemente de doenças pré-existentes. De acordo com a Folha de S. Paulo, a nova decisão foi comunicada aos estados e municípios no fim da tarde desta terça-feira (6), através de uma nota técnica.

A recomendação condiciona a vacinação à prescrição médica.

No mês de maio o Ministério da Saúde restringiu a recomendação de vacinação de gestantes ao grupo que possuía comorbidades, com uso de doses da Pfizer e da Coronavac. A orientação aconteceu após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendar a suspensão imediata do uso da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório AstraZeneca com a Universidade de Oxford nesse público. Na época, o Ministério da Saúde investigava a morte de uma grávida após imunização com essa vacina.

Com a nota técnica desta terça, o Ministério recomenda que sejam usadas vacinas da Pfizer e a Coronavac para as demais gestantes e puérperas nos estados e municípios que ainda não tinham retomado a oferta de doses ao grupo. A pasta considera como puérperas aquelas com até 45 dias do pós-parto.

Com Informações do Bahia Notícias
Ministério muda entendimento e recomenda vacinação de gestantes sem comorbidades Ministério muda entendimento e recomenda vacinação de gestantes sem comorbidades Reviewed by Redação on quarta-feira, julho 07, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

ANÚNCIOS

https://www.ibirataia.ba.gov.br/