“Graças ao PT, as escolas viraram palco de violência”, diz Sandro Régis sobre morte em unidade de ensino


O deputado estadual Sandro Régis (União Brasil), líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia, criticou nesta sexta-feira (11) a política de segurança pública do Governo do Estado após o assassinato, a tiros, de um jovem dentro de uma escola estadual em Salvador.

A vítima, Max Santos de Oliveira, estava no Colégio Estadual Ministro Aliomar Baleeiro (CEMAB), no bairro de Pernambués, quando foi atingido por tiros. “O desgoverno do PT não tem limite. Como se não bastasse deixar a Bahia em primeiro em violência e último em educação, agora a sociedade baiana acompanha assustada à morte de um jovem dentro de uma escola estadual. Não oferecem um ensino de qualidade nem protegem nossos jovens”, criticou.

“Como é que pessoas armadas conseguiram entrar na escola? Não há um controle mínimo de acesso? Fico aqui imaginando o que se passa agora na cabeça dos pais que têm seus filhos matriculados nesta escola e nas demais unidades de ensino do estado”, acrescentou.

Régis voltou a destacar que o governo não consegue combater o crime organizado. “O governo perdeu a guerra para o crime organizado. E essa guerra agora já começa a chegar até mesmo nas escolas, que são locais de aprendizado, de desenvolvimento dos nossos jovens. Mas, graças ao PT, as escolas viraram também palco de violência”.
“Graças ao PT, as escolas viraram palco de violência”, diz Sandro Régis sobre morte em unidade de ensino “Graças ao PT, as escolas viraram palco de violência”, diz Sandro Régis sobre morte em unidade de ensino Reviewed by Redação on sexta-feira, março 11, 2022 Rating: 5

Nenhum comentário

ANÚNCIOS