Indicador de Incerteza da Economia segue em queda pelo terceiro mês consecutivo


O Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br), da Fundação Getúlio Vargas, cedeu 7,0 pontos em dezembro, para 122,3 pontos. Com a terceira queda consecutiva, agora em maior magnitude, o indicador está 7,2 pontos acima do nível de fevereiro de 2020 (115,1 pts), último mês antes da chegada da pandemia de Covid-19 ao país.

“A terceira queda consecutiva do IIE-Br foi impulsionada por seus dois componentes, de Mídia e de Expectativa, que desde julho deste ano não registravam queda simultânea. O resultado reflete a continuidade da melhora dos indicadores da Covid-19 no Brasil, já considerando a disseminação até o momento moderada da variante Ômicron no país e, da menor dispersão, se comparado ao mês anterior, das previsões de especialistas para os cenários de variáveis macroeconômicas em 2022. O IIE-Br termina 2021 acima dos 120 pontos, nível ainda insatisfatório para o indicador. Os próximos resultados de curto prazo dependerão da evolução, principalmente, da nova variante do coronavírus no Brasil”, afirma Anna Carolina Gouveia, Economista do FGV IBRE.

Os dois componentes do Indicador de Incerteza caminharam no mesmo sentido em dezembro. O componente de Mídia caiu 5,0 pontos, para 117,6 pontos, menor nível desde maio de 2021 (117,0 pontos) e contribui de forma negativa em 4,4 pontos para o índice agregado.

O componente de Expectativas, que mede a dispersão nas previsões de especialistas para variáveis macroeconômicas, caiu 12,2 pontos, para 131,8 pontos, interrompendo a sequência de altas iniciada em agosto deste ano. Este componente contribui negativamente em 2,6 pontos para a evolução na margem do IIE-Br.
Indicador de Incerteza da Economia segue em queda pelo terceiro mês consecutivo Indicador de Incerteza da Economia segue em queda pelo terceiro mês consecutivo Reviewed by Redação on quarta-feira, dezembro 29, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

GOVERNO DO ESTADO - OBRAS