Discurso do pastor Carlos César na PIB de Ipiaú repercutiu nacionalmente


Repercutiu nacionalmente a polêmica estabelecida após um pronunciamento do Pastor Carlos Cesar Januário, durante um culto na Primeira Igreja Batista de Rio Novo, em Ipiaú. Na pregação o religioso se referiu ao relacionamento entre pessoas do mesmo sexo como “homossexualismo” e sugeriu boicote a empresas que promovem o ativismo LGBTQIA+. Também combateu campanhas como o Dia do Orgulho LGBTQIA+, que fazem apologia ao referido procedimento. Disse isso por acreditar na inviolabilidade do lugar de culto e da liturgia da igreja.

Acontece que sua fala estava sendo transmitida pela Internet ( YouTube) e o termo homossexualismo – com ISMO no final – é considerado pejorativo, já que o sufixo remete à classificação como doença. O termo correto é homossexualidade, cujo sufixo-DADE designa comportamento. Com base nesse argumento militantes LGBTQIA+ acionaram o Ministério Público contra o pastor e publicitaram que o seu discurso teve teor homofóbico e propagou o ódio. A denúncia foi apresentada pelo servidor público federal Mateus Cayres, de 29 anos, após ser informado do fato por uma pessoa que assistiu o culto.

A partir de então o assuntou ecoou nas redes sociais e até mesmo na grande imprensa, dividindo opiniões, colocando mais fervura no caldeirão da polemica.

Termo de Conduta

Após assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), o pastor utilizou um tempo, no culto do dia 10 de novembro, o qual também foi transmitido pela internet, enquanto o perfil oficial da igreja publicou uma foto do TAC nas redes sociais com a legenda “Momento de Retratação. Nas audiências com a promotora de Justiça Alícia Violeta Botelho, o religioso destacou que não há, de sua parte, elementos de preconceito contra as pessoas homossexuais.

Reação no meio evangélico

A comunidade evangélica reagiu em defesa do pastor Carlos César Januário. A Ordem dos Pastores Batistas do Brasil manifestou repúdio à ação sofrida pelo Pr. Carlos Januário e solidariedade ao momento de tensão, fazendo isso através da Nota Publica (veja aqui). A respeito do assunto também se pronunciou a Convenção Batista Baiana e outras entidades religiosas, além de parlamentares. Até o televangelista Silas Malafaia e outros lideres religiosos se manifestaram.

Ao ser citado em algumas dessas notas e pronunciamentos, o Ministério Público publicou uma Nota de Esclarecimento a respeito do TAC firmado entre a 4ª Promotoria de Justiça de Ipiaú e a PIB de Rio Novo.

Com Informações do Giro Ipiaú
Discurso do pastor Carlos César na PIB de Ipiaú repercutiu nacionalmente Discurso do pastor Carlos César na PIB de Ipiaú repercutiu nacionalmente Reviewed by Redação on quinta-feira, novembro 25, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

ANÚNCIOS

https://www.ibirataia.ba.gov.br/