Estudo aponta necessidade da 3ª dose para vacinados acima de 55 anos que tomaram CoronaVac


A capacidade do organismo gerar resposta imune é menor em homens e em pessoas com mais de 55 anos que já receberam as duas doses da vacina CoronaVac, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto do Coração (InCor) e a Universidade de São Paulo (USP).

A pesquisa divulgada na forma pré-print (sem avaliação de pares), indica que 95% dos participantes imunizados produziram algum tipo de resposta imune contra o coronavírus Sars-CoV-2, frente a 99% dos chamados convalescentes (ou recuperados).

Em resposta ao estudo, o Instituto Butantan disse que já é sabido que “a resposta imune de defesa no organismo diminui com o avanço da idade, sendo observado que qualquer vacina gera uma resposta imune menor em pessoas mais idosas”.

O Butantan ainda completa afirmando que “isso não quer dizer que os mais velhos não estejam protegidos contra a doença, mas sim, que o organismo responde menos a um antígeno novo, uma característica que não se relaciona à vacina em si, mas aos processos naturais do sistema imunológico”.

Já os autores concluem apontando a necessidade de uma dose de reforço heteróloga, ou seja, de outro fabricante, com o objetivo de aumentar a resposta imune dos vacinados acima de 55 anos.
Estudo aponta necessidade da 3ª dose para vacinados acima de 55 anos que tomaram CoronaVac Estudo aponta necessidade da 3ª dose para vacinados acima de 55 anos que tomaram CoronaVac Reviewed by Redação on terça-feira, agosto 24, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

ANÚNCIOS

https://www.ibirataia.ba.gov.br/