Ministério da Saúde autoriza uso da Pfizer para 2ª dose de grávidas que tomaram Astrazeneca


Uma nota técnica do Ministério da Saúde nesta quinta-feira (22) diz que mulheres grávidas ou no puerpério que receberam a primeira dose do imunizante Astrazeneca/Oxford contra a covid-19 deverão ser vacinadas com uma dose da Pfizer ou, na falta dela, da Coronavac.

As informações são da coluna Painel, da Folha de S.Paulo, que teve acesso ao documento elaborado pela Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, e assinado pela secretária Rosana Leite de Melo. A nota técnica nº6/2021 trata da intercambialidade de vacinas para Covid-19, ou seja, da possibilidade de utilizar vacinas diferentes na primeira e na segunda doses.

“Às mulheres que receberam a primeira dose da vacina AstraZeneca/Fiocruz e que estejam gestantes ou no puerpério (até 45 dias pós-parto) no momento de receber a segunda dose da vacina deverá ser ofertada, preferencialmente, a vacina Pfizer/Wyeth. Caso este imunizante não esteja disponível na localidade, poderá ser utilizada a vacina Sinovac/Butantan”, diz a nota.

Com Informações do Giro Ipiaú
Ministério da Saúde autoriza uso da Pfizer para 2ª dose de grávidas que tomaram Astrazeneca Ministério da Saúde autoriza uso da Pfizer para 2ª dose de grávidas que tomaram Astrazeneca Reviewed by Redação on sábado, julho 24, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

ANÚNCIOS

https://www.ibirataia.ba.gov.br/