Justiça prorroga prisão temporária de médico acusado de matar colega


Médico Geraldo Freitas Junior tem prisão provisória prorrogada

O médico Geraldo Freitas Junior, que confessou ter matado o colega de profissão, o acreano Andrade Lopes Santana, de 32 anos, na Bahia, teve a prisão temporária prorrogada por mais 30 dias. Nesta segunda-feira (28), completa um mês que o corpo da vítima foi encontrado no Rio Jacuípe, em São Gonçalo dos Campos, preso a uma âncora. A informação foi confirmada ao G1 pelo coordenador regional de polícia de Feira de Santana, delegado Roberto Leal, responsável pelas investigações do caso. Ele informou que a polícia já tem algumas linhas de possíveis motivações para o crime. Entretanto, elas não foram reveladas para não atrapalhar o seguimento das investigações. “Sim, temos algumas linhas, contudo, até o presente momento, não foi possível esclarecer”, disse o delegado.


Andrade Lopes foi encontrado morto no dia 28 de maio (Foto: Divulgação)

Andrade Lopes foi encontrado morto no dia 28 de maio, no rio Jacuípe, na cidade de São Gonçalo dos Campos, a cerca de 120 quilômetros de Salvador. Ele desapareceu no dia 24 de maio, quando saiu de Araci, onde morava e trabalhava, com destino a Feira de Santana, que fica a 23 quilômetros de São Gonçalo dos Campos. Segundo os peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), foi constatado um disparo de arma de fogo na nuca e uma corda no braço amarrada a uma âncora para o corpo não emergir nas águas do rio Jacuípe.

Com Informações do Ubatã Notícias
Justiça prorroga prisão temporária de médico acusado de matar colega Justiça prorroga prisão temporária de médico acusado de matar colega Reviewed by Redação on terça-feira, junho 29, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

ANÚNCIOS

https://www.ibirataia.ba.gov.br/