Header AD

Fraternos: Justiça mantém prisões preventivas de acusados após audiência de custódia


A Justiça Federal manteve as prisões preventivas dos acusados na "Operação Fraternos". Além do casal de ex-prefeitos preso em Porto Seguro, Robério Oliveira e Claudia Oliveira, o terceiro alvo da Fraternos, um homem sem idenditade divulgada pela Polícia Federal permanecerão presos (relembre aqui).

Segundo a PF, entre os demais alvos de mandados de prisão preventiva, apenas um deles foi preso. São eles, Humberto Adolfo Gattas Nascif Fonseca Nascimento, ex-vice prefeito de Porto, conhecido como Beto do Axé Moi, que assumiu quando Claudia foi afastada; Ricardo Luiz Rodrigues Bassalo; Marcos da Silva Guerreiro; e Edmilson Alves de Matos (saiba mais aqui).

Robério foi encaminhado para presidío de Eunápolis, enquanto Cláudia será direcionada a cumprir a prisão preventiva na unidade prisional de Teixeira de Freitas. O último preso, que não teve a identidade confirmada, ficará em regime fechado no presídio de Vitória da Conquista. (Atualizada às 15h00)

Com Informações do Bahia Notícias


Fraternos: Justiça mantém prisões preventivas de acusados após audiência de custódia Fraternos: Justiça mantém prisões preventivas de acusados após audiência de custódia Reviewed by Giro Ibirataia on terça-feira, junho 15, 2021 Rating: 5

Nenhum comentário

ANÚNCIOS